The Latest 25 Worldwide Meteors Dynamic Map™ ©2009-2016

13 July 2016

Brasil Bolide Meteor 12JUL2016

Brasil Bolide Meteor 0332 UTC 12JUL2016
Brasil Bolide Meteor 12JUL2016
c2016 BRAMON
Beautiful Fireball captured on goiás last night!
I managed to achieve some results very bo0ns despite the capture hard, very luminous. It was a sporadic meteor, from almost exactly the antihelion. The Fireball hit maximum magnitude of-4,8 and spent about 42 km of Catalan. Your total duration was 2,3 seconds.
The altitude of initiation of luminosity was 81 km and its final altitude of 49 km. What was amazing in that fireball the low altitude reached in relation to their entry angle of 89°, the ablation (the loss of weight from the surface of the meteor vapour, rendered or as droplets) was intense. With a density mechanical force calculated 2,97 DYN / cm² it was a meteor of low-density, low mechanical strength, similar to mechanical resistance presented by cometary fragments.
What justifies the relatively low altitude that hit, for a body with this resistance, certainly was your average speed of about 22 km / s, "Average-low". If fastest certainly would have disintegrated in at higher altitudes.
In spite of owning a mechanical resistance similar to cometary fragments of its orbit doesn't follow it would be expected for a cometary meteróide: she had a very low slope: 0.1th and its perihelion and aphelion was still inside the asteroid belt.
Like that or it was a bolide impact of a comet of short period (family of Jupiter) or so of an asteroid of low density, maybe highly friable as one that led to the meteor porangaba.
In summary that fireball was very interesting, in addition to beautiful
- ‎Amanda Martins
---

Belíssimo fireball capturado sobre Goiás na última noite !

Consegui atingir alguns resultados muito bo0ns apesar da captura difícil, muito luminosa. Tratou-se de um meteoro esporádico, provindo quase exatamente do Antihelion. O fireball atingiu magnitude máxima de -4,8 e passou a cerca de 42km de Catalão. Sua duração total foi de 2,3 segundos.

A altitude de início de luminosidade foi de 81km e sua altitude final de 49km. O que foi espantoso nesse fireball a baixa altitude atingida em relação ao seu ângulo de entrada de 89°, a ablação (a perda de massa a partir da superfície do meteoro por vaporização ou como gotículas fundidas) foi intensa. Com uma densidade força mecânica calculada de 2,97 dyn/cm² tratou-se de um meteoro de baixa densidade, de baixa resistência mecânica, similar a resistência mecânica apresentada por fragmentos cometários.

O que justifica a altitude relativamente baixa que atingiu, para um corpo com essa resistência, certamente foi sua velocidade média de cerca 22km/s, "média-baixa". Caso fosse mais veloz certamente teria se desintegrado em altitudes mais elevadas.

Apesar de possuir uma resistência mecânica similar a de fragmentos cometários sua órbita não segue seria esperado para um meteróide cometário: ela possuia uma inclinação muito baixa: 0.1º e seu afélio encontrava-se ainda dentro do cinturão de asteróides.

Assim ou tratou-se de um meteoróide de um cometa de curto período (família de Júpiter) ou então de um asteróide de baixa densidade, talvez altamente friável como aquele que originou o meteorito Porangaba.

Em resumo esse fireball foi muito interessante, além de belíssimo
- ‎Amanda Martins
Bólido - Estações LCS1 Catalão/GO e MAD2/DF - 12/07/2016 - 03:32:00 UTC
Análise Bólido por Carlos Augusto Di Pietro Consegui atingir alguns resultados muito bons apesar da…

2016 The THIRD Year of "CERTAIN Uncertainty" ™ / Meteors, Asteroids, Comets, and MORE!!

No comments: